Congregação Judaica Shaarei Shalom – שערי שלום

Tempo de leitura: 2 Minutos

(1) Parashát: Vaetchanan (Devarim/Deuteronômio 03:23 – 07:11) – Moises suplica a D’us que o deixe entrar na Terra Santa, mas seu pedido é rejeitado. (D’us sempre responde às nossas orações – às vezes com um “sim”, às vezes com um “não”). Moisés ordena o Povo a não acrescentar nem subtrair nada à Torá e a cumprir todos os mandamentos. D’us não tem forma nem figura e que não devemos idolatrar ou fazer ídolos de espécie alguma. As cidades de Bézer, Ramós e Golán são designadas cidades-refúgio no lado leste do Rio Jordão. Alguém que tivesse assassinado por acidente poderia escapar para lá para evitar a vingança dos parentes do falecido. Os Dez Mandamentos são repetidos para todo o Povo. Moisés explica o Shemá Israel, afirmando a unicidade de D’us, a Quem todos nós devemos amar e transmitir Seus mandamentos para a geração seguinte. Moisés então lhes transmite o mandamento do Todo-Poderoso para não realizarem casamentos mistos, “pois isto afastará seus filhos para longe de Mim (Devarim 7:3-4).” Os homens devem colocar Mezuzá no batente das portas de seu lar (exceto na do banheiro) e usar Tefilin sobre o braço e a cabeça.

Dvar Torá: baseado no livro, Crescer Pela Torá, do rabino Zelig Pliskin – Moisés queria entrar na Terra de Israel, mas o Criador não o permitiu. A Torá declara que Moisés disse: “E eu rezei para D’us naquele momento dizendo …(Devarim/ Deuteronômio 3:23)”. Uma das maneiras de se entender a Torá é através da guemátria, examinando os valores numéricos das palavras. O que aprendemos do valor numérico (515) da 1º palavra do versículo, Vaetchanan (“E eu rezei”)?  Nossos Sábios nos contam que Moisés rezou para D’us tantas orações quanto o valor numérico de Vaetchanan: 515 orações. Isto nos mostra o quanto era grande o desejo de Moisés de entrar na Terra Santa. Neste trecho da Torá vemos que Moisés continuou pedindo por 515 vezes. Isto é verdadeiramente espantoso, surpreendente. Aprendemos daqui o princípio de que o caminho para o sucesso passa pela persistência. Especialmente em assuntos espirituais, precisamos adotar esta atitude. Existem 3 regras para o sucesso: 1) Iniciativa: você precisa tentar 2) Perseverança: você precisa continuar tentando 3) D’us abençoar seus esforços. Crianças pequenas são o melhor exemplo de persistência (pergunte a qualquer pai!) Se algo realmente é importante para você, então persista para ter sucesso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *