Congregação Judaica Shaarei Shalom – שערי שלום

Tempo de leitura: 21 Minutos
  1. Introdução – …o rabino Nachman (1772-1810) de Breslov … foi um dos mais criativos e influentes e profunda do mestres chassídicos e fundador da seita chassidica Breslover. Breslov é uma cidade na Ucrânia , onde o rabino Nachman passou o fim de sua vida, mas alguns dizem que o nome vem do Breslov “lev bris” em hebraico, significa “aliança do coração.” Desde sua juventude, ele seguiu um caminho de ascese e oração, mas ele avisou seus seguidores a não abusar-se fisicamente. Ele enfatizou a viver a vida com alegria e felicidade. Uma de suas frases mais conhecidas é: “É uma grande mitsvá para ser feliz. ” Ele era uma pessoa apaixonada, dada a oscilações intensas das emoções. Estes ele colocou para o serviço de D’us, e falou muitas vezes de como encontrar D’us, mesmo nos estados baixos da mente e como servi-lo durante os picos emocionais.

 

Central à sua ensinamentos é o papel do tsadic (pessoa justo), que tem o poder de descer na escuridão para resgatar almas perdidas, o caminho da oração como a principal expressão da vida religiosa. Seu trabalho principal é Likutey Moharan, composto em parte por si mesmo, em parte por seu principal discípulo, Rabi Nossan Sternhartz. O livro é uma coleção de sermões proferidos pelo rabino Nachman, dada principalmente nos feriados, quando seus chassidim recolhidas. As aulas são longos e complexos, magistralmente desenho em todo o corpo de Talmud, Midrash e literatura cabalística. As idéias são conectadas por uma compreensão poética e intuitiva dos textos. Além disso, o rabino Nachman escreveu treze “Tales” – histórias míticas dos reis e magos com base o pensamento cabalista e capturar a essência dos ensinamentos de Rabi Nachman. Estes contos eram conhecidos por terem influenciado depois pelo autores como Franz Kafka.

 

Rabi Nachman morreu de tuberculose com 38 anos de idade. Apesar do fato de que nunca houve outro “Breslov Rebe” para preencher seu lugar, o mistério era a profundidade de seus ensinamentos continuam a atrair estudantes de hoje, e Breslover Chassidismo é um dos maiores e mais vibrantes dos grupos chassídicos. [1]

 

Likutey Moharan – Todos os principais discursos da Torá de Rabi Nachman são coletados em Likutey Moharan, “Os Ensinamentos Completas de nosso Mestre, o rabino Nachman”. Likutey significa literalmente “respigos”, ou seja os ensinamentos recolhidos. Moharan é um acrônimo de Morenu HaRav Nachman, nosso mestre, Rabi Nachman. Nas palavras do rabino (ou “Reb”), Natan, estudante mais próximo do rabino Nachman, que transcreveu a maior parte dos discursos e que editou e imprimiu Likutey Moharan:

 

“Não há uma única mitzvah ou um pedaço de um bom conselho necessário para todas as diferentes pessoas no mundo em seus diferentes níveis, que não é mencionada neste trabalho maravilhoso e santo. O Rebe fala de toda a existência, tanto em geral e, em particular, incluindo todos os mundos e os níveis que existem em cada pessoa, grande ou pequena, do ponto de criação de partida – o ponto inicial de Atzilut – até o ponto mais profundo do Asiyah, o mundo físico em que o homem reside … “(Introdução ao Likutey Moharan). [2]

 

Reflexão do Dia – Existe um conceito espiritual de “tikun” que nos dá uma perspectiva favorável para a serenidade. Cabalisticamente o termo “tikun” significa “retificação”. Situação difícil e aflitiva da vida servem como uma rectificação para a alma. A pessoa aceita, e ainda é grato, o tratamento médico que trata e cura, mesmo isso pode ser doloroso. Assim, também, sabendo que os desafios que se enfrenta servem como um benefício para a alma eterna, torna mais fácil manter a serenidade diante das dificuldades. (Rabi Pliskin).  [3]

 

  1. Tikun HaKlali, O Remèdio Geral – Rabi Nachman deu o nome de “Remédio Geral” – em hebraico, Tikun HaKlali – a uma seleção de dez Salmos que ele recomendou como sendo um remédio espiritual, trazendo pureza interior e alegria, assim como muitos outros benefícios e em particular como o remédio para emissão seminal, que é uma falha grave fora de uma relação sexual adequada. – Os 10 Salmos são:  16, 32, 41, 42, 59, 77, 90, 105, 137 e 150. – Eles devem ser recitado na mesma ordem em que aparecem no Livro de Salmos (Likutey Moharan II, 92).

 

Dez tipos de música: Os Salmos  correspondem aos dez tipos de música. Estas dez melodias são o verdadeiro remédio – o Remédio Geral. Não a um remédio específico para cada pecado, mas esse é o remédio Geral. Vá e divulgue o ensino dos Salmos Dez a todos.

 

Sichot Haran # 141- O Remédio mais eficaz de todos! Existe lugares na alma, tão inacessíveis  que nenhum remédio tem o poder de penetra-los, exceto através do Remédio geral (10 Salmos), que injeta a cura em até mesmo nos lugares mais inacessíveis. Primeiro, é necessário aplicar o remédio geral, e através dele, todas as falhas individuais serão automaticamente corrigidas. É verdade que o remédio geral é maior e mais exaltado do que todos os remédios específicos. Mas todas as diferentes soluções dependem da mente e do cérebro: é necessário chamar a pureza da mente e do cérebro. E a única maneira de elevar a mente é através da Remédio Geral. É por isso que é preciso primeiro ir para subir ao nível superior, que são os 10 Salmos, a fim de retificar a mente e o cérebro, e o resto é automaticamente corrigido.

 

Likutey Moharan I, 29 – Possibilidade de emissões: Aquele que experimenta uma emissão seminal involuntária, deve recitar os 10 Dez Salmos, no mesmo dia. Então ele não deve preocupar mais com o dano espiritual que pode ter sido causado por esta emissão, porque qualquer dano irá certamente ser reparado através da recitação dos Salmos.

Likutey Moharan II, 92 – Tenha muito cuidado em mergulhar em um micveh (piscina ritual) no mesmo dia que você tem uma experiência impura. O melhor é mergulhar imediatamente, mas se você ficar impossibilitado  a primeira coisa a fazer  de é a imersão, de manhã ou a qualquer momento durante o dia e até mesmo a noite. É muito importante  imergir no mesmo dia!

 

Todo mundo pode experimentar uma emissão  a qualquer momento. Eu afirmo que esses Dez Salmos, são um remédio muito eficaz: eles são a retificação completa.  Algumas pessoas experimentam essas emissões por causa de excesso de comida ou bebida, ou como resultado de fadiga e exaustão. Outros tem por dormir em uma posição errada. Não fique preocupado com tais ocorrências – elas são como a incontinência urinária de uma criança. Às vezes as pessoas são vigiadas do alto e protegidas de tais experiências. Outras são poupadas por causa de seu destino. Às vezes uma pessoa pode sonhar que está caindo e acorda de repente. Este é um sinal de que ele estava sendo protegida do alto.  Outros experimentam as emissões por causa de seus maus pensamentos. Este literalmente cria forças impuras. Mas mesmo nesses casos, considerando os Salmos será possível  reparar o dano espiritual.

 

Os grandes Tzadikim (os justos) tentaram descobrir este remédio e trabalharam duro para encontrá-lo. Alguns não tinham a menor ideia do verdadeiro remédio. Outros começaram a alcança-lo, mas foram tirados do mundo antes que pudessem compreendê-lo completamente. Mas Deus me ajudou a ganhar a compreensão completa do assunto. A  revelação dos 10 Salmos este poderoso remédio é inteiramente original. É o mais maravilhoso e impressionante remédio.

 

Será perfeito se você puder mergulhar em uma micveh e depois recitar os 10 Salmos – Tikun HaKlali.  Mas mesmo se você estiver doente ou viajando e incapaz de mergulhar, basta recitar os 10 Salmos pois já será suficiente –  um ótimo remédio. Se você puder recitar os Salmos com devoção e sentimento, será ainda melhor. Mas mesmo dizendo apenas as palavras já será ajudado. Este remédio não foi revelado desde o momento da criação.

 

Sichot Haran # 141 – A Grande Promessa de Rabeinu Nachman: Testemunho com minhas palavras. Quando os meus dias chegarem e eu deixar este mundo, eu ainda vou ajudar  quem vier em minha sepultura, dizer  estes 10 Salmos  e der Tzedaka (caridade). Não importa quão grande seja  seus pecados, eu farei tudo em meu poder, que é capaz de medir  o comprimento e a largura da criação, para salvá-lo e purificá-lo …. Todos os meus conselhos são maravilhosos, estou muito otimista! Mas eu sou mais otimista ainda em relação ao grande benefício desses 10 Salmos. [3]

 

III. Tikun Haklali – Tradução e Transliteração

 

Oração antes de recitar o Salmos:  Nosso D`us e D`us de nossos pais ó Tu que escolheste o rei Davi e seus descendentes; Que escolhe canções e louvores. Eu suplico, liga-me em misericórdia e aceita os salmos que vou dizer como se o próprio rei Davi estivesse dizendo-os, que seu mérito nos proteja. A mérito em cada verso dos salmos, em cada palavra, cada nota, vogal e letras,  e em todos os santos nomes enunciados pelas primeira e última letra de cada palavra em hebraico. Que este mérito se eleve em nosso favor para expiar os nossos pecados e transgressões, derrubando os nossos inimigos e acusadores de cima, destruindo todos os espinhos e cardos que cercam o Rosa Celestial. Envia a bênção do seu lugar exaltado para todos os níveis da nossa alma e espírito, para purificar-nos de nossos pecados, perdoando nossas transgressões, e nos reconciliando de  nossa rebelião, assim como perdoastes o rei Davi, que recitou esses Salmos diante de ti. “E D`us fará seu pecado falecer e você não morrerá” (II Samuel 12:13).

 

Não nos leve deste mundo antes do nosso tempo. Dê-nos uma vida plena em todo o nosso período de setenta anos, para que possamos fazer a retificação por todo o mal que fizemos. Que o mérito do Rei Davi nos proteja!

Seja paciente conosco até voltarmos a Ti em arrependimento perfeito.

Dai-nos a bênção do seu tesouro com mão aberta, generosamente, como está escrito: “Eu serei gracioso a quem Eu serei gracioso, e Eu vou mostrar misericórdia a quem Eu vou mostrar misericórdia” (Êxodo 33:19).

Assim como cantamos diante de Ti neste mundo, concede-nos o privilégio de cantar diante de Ti, D`us, no mundo vindouro. Através da recitação de Salmos, deixe a canção agradável romper com alegria e exultação. Faça com que glória seja dada a Israel, e esplendor e beleza estarão na Casa de D`us. Traze-a rapidamente em nossos dias, Amen.

 

Antes de iniciar a recitação do Tikun HaKali, devemos dizer o seguinte:

 

Ao dizer estes 10 Salmos,  estou me unindo a todos os Tzadikim  verdadeiros desta geração e a todos os Tzadikim verdadeiros que já partiram, “os santos que estão na terra”, e especialmente ao nosso Rebe santo,  o Tzadik, “a base do mundo”, o “ribeiro que corre, fonte de sabedoria:” Rabi Nachman, filho de Feige, que seu mérito nos proteja, que revelou este remédio. Venha, vamos cantar para D`us, vamos gritar de alegria  a Rocha da nossa salvação. Apresentemo-nos ante a Sua presença com ações de graças; cantemos alegremente a Ele em louvor. Porque D`us é um D`us grande e Rei grande sobre todos os deuses (Salmos 95:1-3). Preparo a minha boca para dar graças e louvores ao meu Criador, para unificar o Santo, bendito Seja Ele, e Sua presença que reside no temor e amor, através do Oculto e Escondido, em nome de todo o Israel.

 

Salmo  16 – 1 GUARDA-ME, ó D`us, porque em ti confio. 2 A minha alma disse ao SENHOR: Tu és o meu Senhor, a minha bondade não chega à tua presença. 3 Mas aos santos que estão na terra, e aos ilustres em quem está todo o meu prazer. 4 As dores se multiplicarão àqueles que fazem oferendas a outro deus; eu não oferecerei as suas libações de sangue, nem tomarei os seus nomes nos meus lábios. 5 O SENHOR é a porção da minha herança e do meu cálice; tu sustentas a minha sorte. 6 As linhas caem-me em lugares deliciosos: sim, coube-me uma formosa herança. 7 Louvarei ao SENHOR que me aconselhou; até os meus rins me ensinam de noite. 8 Tenho posto o SENHOR continuamente diante de mim; por isso que ele está à minha mão direita, nunca vacilarei.

9 Portanto está alegre o meu coração e se regozija a minha glória; também a minha carne repousará segura. 10 Pois não deixarás a minha alma no inferno, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção. 11 Far-me-ás ver a vereda da vida; na tua presença há fartura de alegrias; à tua mão direita há delícias perpetuamente.

 

Salmo 32 –  1 BEM-AVENTURADO aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto. 2 Bem-aventurado o homem a quem o SENHOR não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano. 3 Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia. 4 Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio. (Selá.) 5 Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao SENHOR as minhas transgressões;

 e tu perdoaste a maldade do meu pecado. (Selá.) 6 Por isso, todo aquele que é santo orará a ti, a tempo de te poder achar; até no transbordar de muitas águas, estas não lhe chegarão.

7 Tu és o lugar em que me escondo; tu me preservas da angústia; tu me cinges de alegres cantos de livramento. (Selá.) 8 Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir; guiar-te-ei com os meus olhos. 9 Não sejais como o cavalo, nem como a mula, que não têm entendimento, cuja boca precisa de cabresto e freio para que não se cheguem a ti. 10 O ímpio tem muitas dores, mas àquele que confia no SENHOR a misericórdia o cercará. 11 Alegrai-vos no SENHOR, e regozijai-vos, vós os justos; e cantai alegremente, todos vós que sois retos de coração.

 

Salmo 41- 1 BEM-AVENTURADO é aquele que atende ao pobre; o SENHOR o livrará no dia do mal. 2 O SENHOR o livrará, e o conservará em vida; será abençoado na terra, e tu não o entregarás à vontade de seus inimigos. 3 O SENHOR o sustentará no leito da enfermidade; tu o restaurarás da sua cama de doença. 4 Dizia eu: SENHOR, tem piedade de mim; sara a minha alma, porque pequei contra ti. 5 Os meus inimigos falam mal de mim, dizendo: Quando morrerá ele, e perecerá o seu nome? 6 E, se algum deles vem ver-me, fala coisas vãs; no seu coração amontoa a maldade; saindo para fora, é disso que fala. 7 Todos os que me odeiam murmuram à uma contra mim; contra mim imaginam o mal, dizendo: 8 Uma doença má se lhe tem apegado; e agora que está deitado, não se levantará mais. 9 Até o meu próprio amigo íntimo, em quem eu tanto confiava, que comia do meu pão, levantou contra mim o seu calcanhar. 10 Porém tu, SENHOR, tem piedade de mim, e levanta-me, para que eu lhes dê o pago. 11 Por isto conheço eu que tu me favoreces: que o meu inimigo não triunfa de mim. 12 Quanto a mim, tu me sustentas na minha sinceridade, e me puseste diante da tua face para sempre. 13 Bendito seja o SENHOR D`us de Israel de século em século. Amém e Amém.

 

Salmo 42 – 1 ASSIM como o cervo brama pelas correntes das águas, assim suspira a minha alma por ti, ó Deus! 2 A minha alma tem sede de D`us, do D`us vivo; quando entrarei e me apresentarei ante a face de D`us? 3 As minhas lágrimas servem-me de mantimento de dia e de noite, enquanto me dizem constantemente: Onde está o teu D`us? 4 Quando me lembro disto, dentro de mim derramo a minha alma; pois eu havia ido com a multidão. Fui com eles à casa de D`us, com voz de alegria e louvor, com a multidão que festejava. 5 Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas em mim? Espera em D`us, pois ainda o louvarei pela salvação da sua face. 6 Ó meu D`us, dentro de mim a minha alma está abatida; por isso lembro-me de ti desde a terra do Jordão, e desde os hermonitas, desde o pequeno monte.

7 Um abismo chama outro abismo, ao ruído das tuas catadupas; todas as tuas ondas e as tuas vagas têm passado sobre mim. 8 Contudo o SENHOR mandará a sua misericórdia de dia, e de noite a sua canção estará comigo, uma oração ao D`us da minha vida. 9 Direi a D`us, minha rocha: Por que te esqueceste de mim? Por que ando lamentando por causa da opressão do inimigo? 10  Com ferida mortal em meus ossos me afrontam os meus adversários, quando todo dia me dizem: Onde está o teu D`us?11 Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em D`us, pois ainda o louvarei, o qual é a salvação da minha face, e o meu D`us.

 

Salmo 59 – 1 LIVRA-ME, meu D`us, dos meus inimigos, defende-me daqueles que se levantam contra mim.

2 Livra-me dos que praticam a iniquidade, e salva-me dos homens sanguinários. 3 Pois eis que põem ciladas à minha alma; os fortes se ajuntam contra mim, não por transgressão minha ou por pecado meu, ó SENHOR. 4 Eles correm, e se preparam, sem culpa minha; desperta para me ajudares, e olha. 5 Tu, pois, ó SENHOR, D`us dos Exércitos, D`us de Israel, desperta para visitares todos os gentios; não tenhas misericórdia de nenhum dos pérfidos que praticam a iniquidade. (Selá.) 6 Voltam à tarde; dão ganidos como cães, e rodeiam a cidade. 7 Eis que eles dão gritos com as suas bocas; espadas estão nos seus lábios, porque, dizem eles: Quem ouve? 8  Mas tu, SENHOR, te rirás deles; zombarás de todos os gentios; 9 Por causa da sua força eu te aguardarei; pois D`us é a minha alta defesa. 10 O D`us da minha misericórdia virá ao meu encontro; D`us me fará ver o meu desejo sobre os meus inimigos. 11 Não os mates, para que o meu povo não se esqueça; espalha-os pelo teu poder, e abate-os, ó Senhor, nosso escudo. 12 Pelo pecado da sua boca e pelas palavras dos seus lábios, fiquem presos na sua soberba, e pelas maldições e pelas mentiras que falam. 13 Consome-os na tua indignação, consome-os, para que não existam, e para que saibam que D`us reina em Jacó até aos fins da terra. (Selá.) 14 E tornem a vir à tarde, e dêem ganidos como cães, e cerquem a cidade. 15 Vagueiem para cima e para baixo por mantimento, e passem a noite sem se saciarem. 16 Eu, porém, cantarei a tua força; pela manhã louvarei com alegria a tua misericórdia; porquanto tu foste o meu alto refúgio, e proteção no dia da minha angústia. 17 A ti, ó fortaleza minha, cantarei salmos; porque D`us é a minha defesa e o D`us da minha misericórdia.

 

Salmo 77 – 1 CLAMEI a D`us com a minha voz, a D`us levantei a minha voz, e ele inclinou para mim os ouvidos. 2 No dia da minha angústia busquei ao Senhor; a minha mão se estendeu de noite, e não cessava; a minha alma recusava ser consolada. 3 Lembrava-me de D`us, e me perturbei; queixava-me, e o meu espírito desfalecia. (Selá.) 4 Sustentaste os meus olhos acordados; estou tão perturbado que não posso falar. 5 Considerava os dias da antiguidade, os anos dos tempos antigos. 6 De noite chamei à lembrança o meu cântico; meditei em meu coração, e o meu espírito esquadrinhou. 7 Rejeitará o Senhor para sempre e não tornará a ser favorável? 8 Cessou para sempre a sua benignidade? Acabou-se já a promessa de geração em geração? 9 Esqueceu-se D`us de ter misericórdia? Ou encerrou ele as suas misericórdias na sua ira? (Selá.) 10 E eu disse: Isto é enfermidade minha; mas eu me lembrarei dos anos da destra do Altíssimo. 11 Eu me lembrarei das obras do SENHOR; certamente que eu me lembrarei das tuas maravilhas da antiguidade. 12 Meditarei também em todas as tuas obras, e falarei dos teus feitos. 13 O teu caminho, ó D`us, está no santuário. Quem é D`us tão grande como o nosso D`us? 14 Tu és o D`us que fazes maravilhas; tu fizeste notória a tua força entre os povos. 15 Com o teu braço remiste o teu povo, os filhos de Jacó e de José. (Selá.)16 As águas te viram, ó D`us, as águas te viram, e tremeram; os abismos também se abalaram. 17 As nuvens lançaram água, os céus deram um som; as tuas flechas correram duma para outra parte. 18 A voz do teu trovão estava no céu; os relâmpagos iluminaram o mundo; a terra se abalou e tremeu. 19 O teu caminho é no mar, e as tuas veredas nas águas grandes, e os teus passos não são conhecidos. 20 Guiaste o teu povo, como a um rebanho, pela mão de Moisés e de Arão.

 

Salmo 90 – 1 SENHOR, tu tens sido o nosso refúgio, de geração em geração. 2 Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses a terra e o mundo, mesmo de eternidade a eternidade, tu és D`us. 3 Tu reduzes o homem à destruição; e dizes: Tornai-vos, filhos dos homens.

4 Porque mil anos são aos teus olhos como o dia de ontem que passou, e como a vigília da noite. 5 Tu os levas como uma corrente de água; são como um sono; de manhã são como a erva que cresce. 6 De madrugada floresce e cresce; à tarde corta-se e seca. 7 Pois somos consumidos pela tua ira, e pelo teu furor somos angustiados. 8 Diante de ti puseste as nossas iniquidades, os nossos pecados ocultos, à luz do teu rosto. 9 Pois todos os nossos dias vão passando na tua indignação; passamos os nossos anos como um conto que se conta. 10 Os dias da nossa vida chegam a setenta anos, e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos, o orgulho deles é canseira e enfado, pois cedo se corta e vamos voando. 11 Quem conhece o poder da tua ira? Segundo és tremendo, assim é o teu furor. 12 Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios. 13 Volta-te para nós, SENHOR; até quando? Aplaca-te para com os teus servos. 14 Farta-nos de madrugada com a tua benignidade, para que nos regozijemos, e nos alegremos todos os nossos dias. 15 Alegra-nos pelos dias em que nos afligiste, e pelos anos em que vimos o mal. 16 Apareça a tua obra aos teus servos, e a tua glória sobre seus filhos. 17 E seja sobre nós a formosura do SENHOR nosso D`us, e confirma sobre nós a obra das nossas mãos; sim, confirma a obra das nossas mãos.

 

Salmo 105 – 1 LOUVAI ao SENHOR, e invocai o seu nome; fazei conhecidas as suas obras entre os povos. 2 Cantai-lhe, cantai-lhe salmos; falai de todas as suas maravilhas. 3 Gloriai-vos no seu santo nome; alegre-se o coração daqueles que buscam ao SENHOR. 4 Buscai ao SENHOR e a sua força; buscai a sua face continuamente. 5 Lembrai-vos das maravilhas que fez, dos seus prodígios e dos juízos da sua boca; 6 Vós, semente de Abraão, seu servo, vós, filhos de Jacó, seus escolhidos. 7 Ele é o SENHOR nosso D`us; os seus juízos estão em toda a terra. 8 Lembrou-se da sua aliança para sempre, da palavra que mandou a milhares de gerações. 9 A qual aliança fez com Abraão, e o seu juramento a Isaque. 10 E confirmou o mesmo a Jacó por lei, e a Israel por aliança eterna, 11 Dizendo: A ti darei a terra de Canaã, a região da vossa herança. 12 Quando eram poucos homens em número, sim, mui poucos, e estrangeiros nela; 13 Quando andavam de nação em nação e dum reino para outro povo; 14 Não permitiu a ninguém que os oprimisse, e por amor deles repreendeu a reis, dizendo: 15 Não toqueis os meus ungidos, e não maltrateis os meus profetas. 16 Chamou a fome sobre a terra, quebrantou todo o sustento do pão. 17 Mandou perante eles um homem, José, que foi vendido por escravo; 18 Cujos pés apertaram com grilhões; foi posto em ferros; 19 Até ao tempo em que chegou a sua palavra; a palavra do SENHOR o provou. 20 Mandou o rei, e o fez soltar; o governador dos povos, e o soltou. 21 Fê-lo senhor da sua casa, e governador de toda a sua fazenda; 22 Para sujeitar os seus príncipes a seu gosto, e instruir os seus anciãos. 23 Então Israel entrou no Egito, e Jacó peregrinou na terra de Cão. 24 E aumentou o seu povo em grande maneira, e o fez mais poderoso do que os seus inimigos.

25 Virou o coração deles para que odiassem o seu povo, para que tratassem astutamente aos seus servos. 26 Enviou Moisés, seu servo, e Arão, a quem escolhera. 27 Mostraram entre eles os seus sinais e prodígios, na terra de Cão. 28 Mandou trevas, e a fez escurecer; e não foram rebeldes à sua palavra. 29 Converteu as suas águas em sangue, e matou os seus peixes. 30 A sua terra produziu rãs em abundância, até nas câmaras dos seus reis. 31 Falou ele, e vieram enxames de moscas e piolhos em todo o seu termo. 32 Converteu as suas chuvas em saraiva, e fogo abrasador na sua terra. 33 Feriu as suas vinhas e os seus figueirais, e quebrou as árvores dos seus termos. 34 Falou ele e vieram gafanhotos e pulgão sem número. 35 E comeram toda a erva da sua terra, e devoraram o fruto dos seus campos. 36 Feriu também a todos os primogênitos da sua terra, as primícias de todas as suas forças. 37 E tirou-os para fora com prata e ouro, e entre as suas tribos não houve um só fraco. 38 O Egito se alegrou quando eles saíram, porque o seu temor caíra sobre eles. 39 Estendeu uma nuvem por coberta, e um fogo para iluminar de noite. 40 Oraram, e ele fez vir codornizes, e os fartou de pão do céu. 41 Abriu a penha, e dela correram águas; correram pelos lugares secos, como um rio. 42 Porque se lembrou da sua santa palavra, e de Abraão, seu servo. 43 E tirou dali o seu povo com alegria, e os seus escolhidos com regozijo. 44 E deu-lhes as terras dos gentios; e herdaram o trabalho dos povos; 45 Para que guardassem os seus preceitos, e observassem as suas leis. Louvai ao SENHOR.

 

Salmo 137 – 1 JUNTO dos rios de Babilônia, ali nos assentamos e choramos, quando nos lembramos de Sião. 2 Sobre os salgueiros que há no meio dela, penduramos as nossas harpas. 3 Pois lá aqueles que nos levaram cativos nos pediam uma canção; e os que nos destruíram, que os alegrássemos, dizendo: Cantai-nos uma das canções de Sião. 4 Como cantaremos a canção do SENHOR em terra estranha? 5 Se eu me esquecer de ti, ó Jerusalém, esqueça-se a minha direita da sua destreza. 6 Se me não lembrar de ti, apegue-me a língua ao meu paladar; se não preferir Jerusalém à minha maior alegria. 7 Lembra-te, SENHOR, dos filhos de Edom no dia de Jerusalém, que diziam: Descobri-a, descobri-a até aos seus alicerces. 8 Ah! filha de Babilônia, que vais ser assolada; feliz aquele que te retribuir o pago que tu nos pagaste a nós. 9 Feliz aquele que pegar em teus filhos e der com eles nas pedras.

 

Salmo 150 – 1 LOUVAI ao SENHOR. Louvai a D`us no seu santuário; louvai-o no firmamento do seu poder. 2 Louvai-o pelos seus atos poderosos; louvai-o conforme a excelência da sua grandeza. 3 Louvai-o com o som de trombeta; louvai-o com o saltério e a harpa. 4 Louvai-o com o tamborim e a dança, louvai-o com instrumentos de cordas e com órgãos. 5 Louvai-o com os címbalos sonoros; louvai-o com címbalos altissonantes. 6 Tudo quanto tem fôlego louve ao SENHOR. Louvai ao SENHOR.

 

Oração Final – Que possa, em breve vir de Tsion, a salvação de Israel! Quando fizer o Eterno retornar o seu povo do exílio, exultará Jacó e alegrar-se-á Israel. A Salvação dos justos provem do Eterno, Seu baluarte para os momentos de aflição. O Eterno os ampara e liberta; das mãos dos ímpios os salva, pela fé que Nele depositam. [4]

 

Fontes:

[1] Congregação Judaica P`Nei Or, Centro de Estudos e Pesquisas, 28 de Adar de 5771–04 de março de 2011, PROFETAS E SÁBIOS – REBBE NACHMAN DE BRESLOV (Parte 1, 5771); Jewish Virtual Library 2011, http://www.jewishvirtuallibrary.org/jsource/biography/Nachman.html

[2] Tifret On The Net, Living Torah: http://www.azamra.org/Torah/Introduction/Overview2.htm

[3] Breslev Center – Breselev.com.br, julho 3, 2012http://www.breslev.com.br/tikun-haklali-o-remedio-geral/

[4] Breslev Center: http://www.breslev.com.br/10-dez-salmos-traducao-e-transliteracao/

 

Coordenador: Saul Stuart Gefter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *