Congregação Judaica Shaarei Shalom – שערי שלום

Tempo de leitura: 3 Minutos

A Torá é dividida em cinco livros, e cada um deles é composto por várias perashot (porções semanais). A Perashat Tazria é a 28ª leitura semanal da Torá, que se encontra no livro de Levítico. Ela aborda a purificação e santidade, incluindo questões relacionadas a doenças de pele, parto e fluxo menstrual.

O significado da palavra ‘Tazria’ é “conceber”. A perashá começa com as palavras “Uma mulher que conceber e der à luz um menino…”. Conforme o Midrash, o termo “Tazria” também pode ser entendido como “iniciar um processo”. Isso significa que a mulher que dá à luz inicia um processo de purificação que é necessário antes de entrar no Templo.

As diferentes citações no Talmud

O Talmud, composto por duas partes, Mishná e Guemará, é uma coleção de ensinamentos e interpretações da lei judaica. Existem várias citações na Perashat Tazria no Talmud. Por exemplo, no Tratado de Nidá 31b, encontramos a seguinte passagem: “Rabino Hanina bar Papa disse em nome de Rabino Yoḥanan: Qualquer um que se envolve em conversas frívolas merece ser castigado, como é dito: ‘E o Senhor falou a Moisés, dizendo, fala aos filhos de Israel… ‘.” Aqui, o Talmud está enfatizando a importância de levar a sério a lei e o ensinamento da Torá.

O que disseram os sábios de sefaraditas

Os sábios de Sefaraditas são os rabinos e estudiosos judeus que viveram na Península Ibérica (hoje Espanha e Portugal) durante a Idade Média. Eles têm uma perspectiva única sobre a Perashat Tazria. O Rabino Isaac Aboab disse: “A Torá nos ensina a humildade, o que é o fundamento da verdadeira santidade. Como é dito: ‘E o Senhor falou a Moisés, dizendo, fala aos filhos de Israel… ‘”. Aqui, o Rabino Aboab está enfatizando a importância de reconhecer nossa posição humilde em relação a Deus e a importância de seguir suas leis.

A visão cabalística

A visão cabalística da Perashat Tazria se concentra em como o processo de purificação é importante para alcançar a santidade. Segundo a tradição cabalística, a purificação é necessária para remover as impurezas que impedem a conexão com a divindade. O Rabino Avraham Abulafia, um dos principais estudiosos cabalísticos da Idade Média, afirmou: “A purificação é o caminho para atingir a verdadeira santidade e a conexão com a divindade. Como é dito: ‘E o Senhor falou a Moisés, dizendo, fala aos filhos de Israel… ‘”. Aqui, o Rabino Abulafia está se referindo à Parashat Tazria, que fala sobre a purificação de uma pessoa que está impura devido a uma doença de pele. Ele argumenta que essa purificação é essencial para a conexão com a divindade e a Perashat Tazria ensina a importância de buscar a santidade por meio da purificação. Conforme a visão cabalística, a impureza é um obstáculo para a conexão com a divindade, portanto, a purificação é uma etapa necessária para se aproximar de Deus. O Rabino Abulafia argumenta que a Perashat Tazria ensina essa importante lição e é uma fonte de sabedoria espiritual para os que buscam a santidade.

Conclusão

Em resumo, a Parashat Tazria é uma porção da Torá que aborda questões relacionadas à purificação e santidade, incluindo questões relacionadas a doenças de pele, parto e fluxo menstrual. Ela começa com a palavra “Tazria”, que significa “conceber” ou “iniciar um processo”. O Talmud, os sábios de Sefaraditas e a visão cabalística fornecem diferentes perspectivas sobre a importância da Perashat Tazria e seu significado. Mas, em geral, todas as citações enfatizam a importância de seguir as leis de Deus e buscar a purificação para alcançar a verdadeira santidade e conexão com a divindade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *